86 3131-1300
Teresina, 18 de Dezembro de 2014
 
Publicada Segunda-feira, 24/06/2013
Passe Livre pedirá tarifa zero em encontro com Dilma

O Movimento Passe Livre (MPL) publicou uma carta aberta declarando-se “surpreso” com o convite feito pela presidente Dilma Rousseff para uma reunião em Brasília, às 14h desta segunda-feira, 24.

O documento será entregue pelos ativistas no encontro no Palácio do Planalto e defende a tarifa zero, a municipalização da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) e mais verbas do governo federal aos municípios para que sejam adotadas políticas de priorização do transporte público em todo o País. Eles afirmaram ser contra a desoneração de impostos.


“Gostaríamos de conhecer o posicionamento da presidente sobre a tarifa zero no transporte público e sobre a PEC 90/2011, que inclui o transporte no rol dos direitos sociais do artigo 6º da Constituição Federal”, diz a carta, divulgada no site do MPL.

Para atingir esses objetivos, o MPL se posicionou, no texto, contra desoneração de impostos no setor privado. “Abrir mão de tributos significa perder o poder sobre o dinheiro público, liberando verbas às cegas para as máfias dos transportes, sem qualquer transparência e controle.”

Segundo a carta, a presidente Dilma estaria também surpresa com o resultado dos atos promovidos pelo movimento. “Essa reunião com a presidenta foi arrancada pela força das ruas, que avançou sobre bombas, balas e prisões”, afirma o texto.

O grupo enfatiza a repressão e violência por parte do Estado contra ativistas e jornalistas e cobra “ a desmilitarização da polícia” e uma “política nacional de regulamentação do armamento menos letal”.

Fonte: O Estadão

 
Centro de Apoio a mulher comerciaria
CONTRACS
Contribuicao Sindical
Contribuicao Social e Federativa
Convencoes
CUT BRASIL
CUT PIAUÍ
FUNAE
MST
Portaria
Sindeconpi
Video Institucional
 
lista
18.12.2014 Lei Maria da Penha ainda é pouco usada pela Justiça em casos de assassinato
18.12.2014 Confira dez dicas do que não fazer na festa da sua empresa
17.12.2014 MTE amplia combate à discriminação por HIV e Aids no trabalho
17.12.2014 Mudar conceito de trabalho escravo a pedido de ruralistas é aceita por relato
17.12.2014 Um em cada cinco jovens brasileiros não trabalha nem estuda
17.12.2014 Comissão aprova informação obrigatória sobre vida útil de bens de consumo
16.12.2014 Veja como administrar conflitos no trabalho
16.12.2014 Seis mil cartas de crianças esperam por adoção no Papai Noel dos Correios
16.12.2014 Procon vistoria produtos de lojas do Centro e shoppings de Teresina
15.12.2014 Empresas tem até dia 20 para pagamento da 2º parcela do 13° Salário. Tire as maiores duvidas
12.12.2014 CLT pode ser alterada para acelerar cobrança de dívida trabalhista
11.12.2014 Comerciários de Teresina denunciam irregularidades e Atacadão Nacional se compromete em resolver os problemas
11.12.2014 CUT e Marcha Mundial das Mulheres pedem cassação de deputado
11.12.2014 Empregado ou “colaborador”?
10.12.2014 Salário mínimo ganha novo ajuste e vai para R$ 790 em 2015
10.12.2014 Conheça os sete erros mais comuns na educação dos filhos
10.12.2014 MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA O DEPUTADO JAIR BOLSONARO
10.12.2014 CUT reivindica e Dilma monta mesa de negociação permanente para discutir agenda dos/as trabalhadores/as
09.12.2014 Clube dos comerciários tem inscrições abertas para período de réveillon
09.12.2014 Empregador não pode demitir funcionário como punição por ingressar com ação judicial
09.12.2014 CTPS digital entra em vigor a partir de janeiro de 2015
09.12.2014 Mulheres ganham menos que homens, mesmo com mais experiência e escolaridade
SINDCOM - Sindicato dos Empregados no Comercio e Serviço de Teresina
Rua David Caldas, 536
sindicatocomerciariothe@hotmail.com - 86 3131-1300